terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Yoani critica fascistas que a atacaram na Bahia



E aquele vagabundo que assessora Dilma, além de ter passeado por Cuba com dinheiro público e recebido documentos contra a blogueira na embaixada da tirania mais antiga do mundo, ainda não foi chutado do palácio. Eis a republiqueta lulista:
Depois dos ataques sofridos em Feira de Santana, a blogueira cubana Yoani Sanchéz desabafou em seu blog:  "Eles queriam me linchar. Eu, conversar. Eles seguiam ordens. Eu sou uma alma livre". Na cidade baiana, onde seria exibido o documentário Conexão Cuba-Honduras, no qual Yoani é uma das entrevistadas, militantes de grupos ligados ao PT, PC do B e ao movimento estudantil baiano cercaram o auditório e obrigaram os organizadores a cancelar a exibição do filme. Ela só conseguiu deixar o local escoltada por policiais militares.
No blog, Yoani comentou o ataqueA cubana conta que já viveu diversos atos de repúdio, mas diz que o episódio em Feira de Santana foi "inédito": "O piquete de extremistas que impediu a projeção do filme de Dado Galvão era algo mais do que um bando de seguidores incondicionais do governo cubano", escreveu Yoani. "Todos tinham os mesmo cartazes com um monte de mentiras sobre mim, tão maniqueístas quanto fáceis de refutar com uma simples conversa. Eles não tinham qualquer intenção de escutar minhas respostas. Eles gritavam, interrompiam, em um momento ficaram violentos e gritavam em coro slogans que já não são ouvidos nem em Cuba". (Continua).

6 comentários:

Anônimo disse...

..."em um momento ficaram violentos e gritavam em coro slogans que já não são ouvidos nem em Cuba".

Tem mais comunistas nas redações de jornais, universidades e paróquias brasileiras do que em Havana. Isto é fato. O comunismo sonhado pelo petismo de sua horda de asseclas (PC do B/PSTU/PSOL/CUT/MST e afins) é mil vezes mais cruel do que existe em Cuba.

Maria do Espírito Santo disse...

Como é que algo "sonhado"(o comunismo petista brasileiro)- e que está, portanto, no plano das abstrações seja do sentir ou do pensar - pode ser mil vezes mais cruel do que algo real como foi e lamentavelmente continua sendo o comunismo cubano, Anônimo?

Distinções lógicas são indispensáveis, meu (minha)caro(a). Afinal de contas, não se pode colocar como sendo equivalentes a vontade de matar uma pessoa e o assassinato dessa pessoa.

A Cuba de Fidel foi e a atual Cuba dos irmãos Castro é o legítimo e inimitável cu do mundo organizado contemporâneo.

Anônimo disse...

NÃO NADA MAIS SIMBÓLICO QUE VER UMA CUBANO TIRANDO FOTOS COM UM IPHONE...
KKKKKKKKKKKKKKKK

Cfe disse...

"não se pode colocar como sendo equivalentes a vontade de matar uma pessoa e o assassinato dessa pessoa"

Muito bem dito.

Cfe disse...

Não consigo entender a lógica dos baderneiros. A blogueira terá sua viagem toda divulgada justamente por conta dessa confusão e o filme será visto cada vez por mais e mais pessoas.

Maria do Espírito Santo disse...

Exatamente, CFE: a lógica dos baderneiros é a ilogicidade em si mesma.

Certas mães que detestam as noras ou ex-mulheres que odeiam a mulher atual ou a mulher atual que odeia a ex-mulher agem de maneira semelhante (e inútil): deixam claro, às bandeiras despregadas, sua raiva e virulência. E é claro que atitudes que tais só geram pontos para as "adversárias".

Desculpe-me pelo exemplo pra lá de prosaico, mas as coisas costumam ser assim mesmo: as turbas pensam pouco ou quase nada e a maioria das mulheres age de maneira análoga ao agir das turbas.